EnglishPortuguese

Retorno sobre o investimento (ROI) na Lubrificação

por | mar 10, 2020 | Notícias

Restrições orçamentárias e aumento de disponibilidade de ativos são necessidades que caminham juntas nos dias de hoje, com isso uma estratégia bem estruturada de investimento em lubrificação é o caminho mais rápido para a manutenção reduzir custos e aumentar a confiabilidade de ativos.

Os investimentos em Lubrificação de Confiabilidade geralmente estão associados a premissas que atendam o ERI (Estado de Referência Ideal) de cada ativo, e neste sentido adequações de infraestrutura e gestão devem ser efetuadas, abaixo seguem algumas premissas:

  • Software de gerenciamento de lubrificação dedicado
  • Sala de lubrificação bem estruturada, blindada e com controle de temperatura
  • Sistema de armazenamento e descontaminação de óleo
  • Blindagem de equipamentos
  • Unidades de filtragem
  • Sistemas de lubrificação automática
  • Gestão visual de abastecimento
  • Plano de análise de óleo
  • Treinamento em lubrificação para funcionários dedicados.

Dependendo da evolução da empresa, sua estratégia de lubrificação existente e seu tamanho, esses investimentos podem variar de R$ 20.000,00 a R$ 250.000,00 para melhorias na lubrificação em setores industriais, e de R$ 350.000,00 a R$ 3.000.000,00 para investimento em centrais e gestão de lubrificação em mineradoras, siderúrgicas e demais segmentos que possuam grandes estruturas. Parece um investimento alto, mas não é, o investimento se pagará (PayBack) rapidamente por:

  • Extensão a vida útil remanescente de ativos críticos e ativos gerais
  • Redução nos custos de rolamentos, anualmente em até 30%
  • Dobrar a vida útil de todos os sistemas e bombas hidráulicas.
  • Aumento de disponibilidade e confiabilidade de ativos
  • Redução de acidentes de trabalho
  • Redução dos custos totais com a lubrificação
  • Adequação regulamentar e estatutária

Exemplos do retorno do investimento em lubrificação podem ser vistos na pesquisa realizada na China. Ela mostra que os retornos sobre os investimentos em lubrificação foram de 1:40 na mineração de carvão contra 1:64 nos Estados Unidos. Na indústria siderúrgica os retornos calculados para a China foram de 1:76.

Outro ponto a analisarmos é o ditado que diz que “Prevenir é sempre melhor que remediar”. Neste sentido estudos tem demonstrado que o custo de prevenir o ingresso de 1 grama de contaminante é 10% do que vai custar para tirá-lo do sistema.

Por fim, o retorno de investimento em lubrificação frequentemente supera os 100%, e traz inúmeros benefícios com redução de custos diretos e indiretos na manutenção.

Por: Leonardo Cardoso