Intranet Facebook LinkedIn (11) 5525-9777
Distribuidores Progressivos Modulares MPE

Descrição

Os distribuidores progressivos modelo MPE são constituídos de elementos modulares.

Cada distribuidor compreende seções intermediárias operacionais contendo pistões dosadores de diversas capacidades, fixadas numa placa-base também modular. Esta, por sua vez , é formada por três componentes: uma seção inicial onde o lubrificante é admitido sob pressão, um número variável de subplacas e uma seção final.

Todos os elementos modulares são fixados por parafusos e prisioneiros e com estanqueidade positiva assegurada
por o-rings.

As seções intermediárias operacionais são intercambiáveis e podem ser fixadas em qualquer subplaca podendo atender até 20 pontos por distribuidor. Em caso de necessidade podem ser rápida e facilmente removidas, pois toda a tubulação é fixada nesta última. O conceito modular permite acrescentar novas subplacas e seções intermediárias, fazendo com que se tenha uma relação de vazões infinitamente variável com quantidades dosadas de lubrificante . Em projetos onde se adota o principio de “Linha Utilitária“ pode-se alterar a seção inicial para que se acrescente a válvula de bloqueio LUBE-BLOQ juntamente aos distribuidores modulares .

Uma seção “bypass” ( não operacional ) pode também ser utilizada para adicionar ou suprimir posteriormente novas saídas no sistema. A seção “ bypass” só pode ser utilizada em distribuidores com um mínimo de três seções operacionais.

As seções intermediárias MPE são disponíveis em diversas capacidades por ciclo de trabalho . Cada seção dupla (T) alimenta as duas saídas da subplaca correspondente e nenhuma delas poderá ser fechada , pois isso causaria o bloqueio do distribuidor.

A seção simples intermediária (S) alimenta somente uma saída e fornece o dobro do volume . A outra saída deve ser fechada para operar normalmente . A seção intermediária (T) também pode operar como (S) utilizando uma placa de
crossporting.

Para volumes ainda maiores , seções adjacentes poderão ser somadas através de placas crossport.

Cada seção intermediária possui duas saídas alternativas para montagem de indicadores de performance, ou ainda tubos para abastecimento dos pontos. Nesse último caso, a saída da subplaca correspondente deverá ser plugada. Quando não utilizadas estas saídas alternativas são plugadas.

Manual de Operações Fazer download do catálogo

Fale Conosco

Tire suas dúvidas ou solicite um orçamento.