Intranet Facebook LinkedIn (11) 5525-9777
20/07/2017
  • Share Buttons

  • Share Buttons

  • Reabastecimento inadequado pode contaminar o lubrificante

    Uma fonte de possí­veis falhas de um sistema de lubrificação é a contaminação do lubrificante. A contaminação pode ocorrer por fontes internas ou externas. A contaminação interna ocorre quando está havendo desgaste em elementos da máquina. A contaminação externa ocorre quando qualquer material ingressa indevidamente na máquina.

    Uma das fontes de contaminação externa é o processo de abastecimento ou reabastecimento do lubrificante, por isso é importante nos preocuparmos com o reabastecimento dos reservatórios de nosso sistema de lubrificação centralizada a fim de evitarmos a inserção de contaminantes no lubrificante. Contaminante é qualquer material que se mistura ao lubrificante e que pode causar danos ao equipamento.

    Existem trés tipos de contaminantes: sólido, líquido e gasoso. Contaminantes sólidos são pequenas partí­culas que podem ser poeiras, areia ou partí­culas provenientes dos materiais usados no processo produtivo. Exemplos de contaminantes lí­quidos são, a água, o lí­quido que está sendo produzido ou transportado no processo, ou um óleo que não seja compatível com o lubrificante. Contaminantes gasosos são o ar atmosférico com umidade ou qualquer gás que se misture com o lubrificante.

    Um processo de abastecimento ou reabastecimento descuidado pode introduzir contaminantes sólidos ao lubrificante ou permitir a formação de bolsas de ar, que são prejudiciais ao funcionamento do sistema.

    Um dos principais problemas causados pela contaminação por contaminantes sólidos é a abrasão. Abrasão é o processo pelo qual as partí­culas presas entre duas superfícies deslizantes cortam, riscam e arranham o material da superfície menos duas ou de ambas as superfícies.

    Falhas na lubrificação provocam, na maioria das vezes, desgastes com consequências a médio e longo prazo, rarí­ssimas vezes em curto prazo. Devido a complexidade para identificar uma falha por contaminação do lubrificante o ideal é tomar medidas preventivas para evitar que a contaminação ocorra. Uma forma de evitar esta contaminação nos processos de abastecimento e reabastecimento dos reservatórios do sistema de lubrificação é sempre manter os reservatórios abastecidos através de bombas de transferência com lubrificante limpo. Nunca devemos abastecê-los diretamente pois facilitaria a entrada de contaminantes nos reservatórios e a formação de bolsas de ar.

    Sistema de Reabastecimento Automático LubeTrans foi especialmente desenvolvido para garantir que seus sistemas de lubrificação não deixem de operar for falta de lubrificante. Outra vantagem é que utilizando o LubeTrans eliminaremos as possibilidades de contaminação do lubrificante durante o abastecimento ou reabastecimento dos sistemas de lubrificação.

    Voltar

    Fale Conosco

    Tire suas dúvidas ou solicite um orçamento.